Maestro japonês Eiji Oue rege a Osesp

por Redação CONCERTO 25/04/2012

Nos dias 26, 27 e 28 de abril, o renomado regente japonês Eiji Oue se apresenta na Sala São Paulo com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, em um concerto que tem a participação da mezzo soprano brasileira Edinéia de Oliveira. A apresentação tem início com o Requiem de Toru Takemitsu. Remetendo-se à liturgia católica para os mortos, a obra, composta em 1957, projetou Takemitsu no cenário mundial e o colocou como um dos nomes mais inventivos da música do século 20. Na sequência, Oue comanda a orquestra e Edinéia de Oliveira na Sinfonia nº 1, Jeremias, de Bernstein – que foi mentor de Oue no Los Angeles Philharmonic Institute. Assim como em Kaddish, em Jeremias Bernstein aborda a temática religiosa, dessa vez baseado em textos do Livro das lamentações, da Bíblia hebraica. A peça acompanha a trajetória do profeta Jeremias, que previu a queda de Jerusalém ante o exército babilônico e o cativeiro no Egito. Fechando a noite, a orquestra executa a aclamada Sinfonia nº 1 de Brahms.

Veja detalhes do programa:

Toru Takemitsu [1930-96]
Réquiem para orquestra de cordas [1957]
10 min

Leonard Bernstein [1918-90]
Sinfonia nº 1 – Jeremias [1942]
- Profecia: Largamente
- Profanação: Vivace Con Brio
- Lamentação: Lento
25 min

Johannes Brahms [1833-97]
Sinfonia nº 1 em dó menor, Op.68 [1862-76]
- Un Poco Sostenuto/Allegro
- Andante Sostenuto
- Un Poco Allegretto e Grazioso
- Adagio - Piu Andante - Allegro Non Troppo, ma Con Brio
41 min