“Mefistofele”, de Arrigo Boito, abre o 13º Festival de Ópera do Theatro da Paz

por Redação CONCERTO 25/07/2014

Mefistofele, de Arrigo Boito, abre o Festival de Ópera do Theatro da Paz, em Belém, com récitas nos dias 5, 7 e 9 de agosto – em sua 13ª edição, o evento tem coordenação geral de Gilberto Chaves e direção artística de Mauro Wrona. Com libreto do próprio Boito baseado no Fausto de Goethe, a ópera apresenta a famosa lenda alemã do estudioso Fausto, que faz um pacto com o Diabo (Mefistófeles) em troca de conhecimento e prazeres mundanos.

 

Primeira montagem no país em mais de 50 anos, a produção do Theatro da Paz tem direção cênica de Caetano Vilela, que se destaca nos últimos tempos como um dos principais diretores do país – ele assinou o elogiado Navio fantasma apresentado no ano passado no Theatro da Paz (leia aqui a crítica de Nelson Rubens Kunze sobre a montagem).

A direção musical é de Miguel Campos Neto, que comanda a Orquestra do Theatro da Paz e o Coro do Festival. No elenco, destaque para o Mefistófeles do baixo russo Denis Sedov (que em 2013 interpretou Daland no Navio fantasma), o Fausto do tenor Fernando Portari e a Margarita da soprano belenense Adriane Queiroz (entrevistada da edição de julho de 2014 da Revista CONCERTO; disponível aqui para assinantes).

Programação
Outra importante atração do festival em agosto é a dobradinha George Gershwin que o Theatro da Paz apresenta nos dias 22 e 23. Com música da Orquestra Jovem Vale Música, que tem regência de Miguel Campos Neto, são apresentadas duas obras do compositor americano: Um americano em Paris e Blue Monday.

A primeira, um poema sinfônico, é apresentada em forma de balé, com direção e coreografia de Bárbara Guerra. Já Blue Monday, uma “ópera-jazz” em um ato, tem direção cênica de Glaucivan Gurgel e direção artística de Wrona. No elenco, destaque para os jovens Jean William (tenor), no papel de Joe, e Marly Montoni (soprano), que atua como Vi.

Ainda em agosto, a soprano argentina Rosana Schiavi faz um recital solo na Igreja Santo Alexandre. Nos dias 20, 22 e 24 de setembro, o festival leva ao Theatro da Paz uma montagem de Otello, de Giuseppe Verdi, com direção musical e regência de Silvio Viegas e direção cênica de Mauro Wrona.

[Veja mais no Roteiro Musical]

[Nota atualizada às 13h05 do dia 25/07/2014]

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.