Ópera “Rigoletto”, de Verdi, é apresentada no Palácio das Artes, em Belo Horizonte

por Redação CONCERTO 16/10/2014

No dia 18 de outubro estreia em Belo Horizonte uma nova montagem de Rigoletto, de Giuseppe Verdi. Realizada pela Fundação Clóvis Salgado, a produção sobe ao palco do Palácio das Artes, onde tem seis récitas até o fim do mês – com reapresentações também nos dias 19, 21, 25, 26 e 29.

 

Obra que alçou o compositor italiano à fama internacional, Rigoletto é baseada na peça Le roi s'amuse, de Victor Hugo, e tem libreto de Francesco Maria Piave. A trama conta a trágica história do bobo-da-corte Rigoletto, que tenta impedir que sua filha, Gilda, se entregue ao seu senhor, o galanteador Duque de Mântua. Leia mais sobre a obra na seção Repertório da edição de outubro da Revista CONCERTO (disponível aqui para assinantes).

A montagem é do prestigiado André Heller-Lopes, considerado um dos principais diretores cênicos do país – leia aqui a entrevista exclusiva de João Luiz Sampaio com o diretor. Já a direção musical é assinada por Marcelo Ramos, que comanda a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e o Coral Lírico de Minas Gerais.

No palco, o elenco tem como destaque os barítonos Devid Cecconi (Itália) e Rodolfo Giugliani, que se revezam como Rigoletto; os tenores Giovanni Tristacci e Jean Nardodo, que interpretam o Duque de Mântua; e as sopranos Gabriela Pace e Lina Mendes, que fazem Gilda. A montagem tem também a participação dos bailarinos da Cia de Danças Sesiminas.

Ouvinte Crítico
A produção terá votação aberta no Ouvinte Crítico. A enquete será lançada no sábado, dia 18 de outubro.

[Veja mais no Roteiro Musical]

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.