Quaternaglia faz recital de lançamento do CD "Estampas" neste sábado, na sala do coro da Sala São Paulo

por Redação CONCERTO 25/06/2010

A Série Encontros Clássicos, que apresenta mensalmente recitais gratuitos na sala do coro, da Sala São Paulo, programou para junho o concerto de lançamento do CD “Estampas”, do quarteto de violões Quaternaglia. No programa estão obras de Egberto Gismonti, Paulo Bellinati, e também as três Danças argentinas, de Alberto Ginastera, originalmente escritas para violão; além da peça que dá nome ao CD, Estampas, do espanhol Federico Moreno Torroba, um dos primeiros ciclos de peças originais para quarteto de violões, constituindo-se de oito pequenas peças de caráter alternadamente contrastante.

 

O premiado quarteto de violões, formado por Chrystian Dozza, Fabio Ramazzina, Paola Picherzky e Sidney Molina, tem sido aclamado como um dos mais importantes conjuntos de violões da atualidade, tanto pelo alto nível de seu trabalho camerístico quanto pela importante contribuição para a ampliação do repertório. Em 15 anos de atuação, o grupo vem estabelecendo um cânone de obras originais e arranjos audaciosos, o que inclui a colaboração com compositores brasileiros de diversas gerações, tais como Egberto Gismonti, Almeida Prado, Paulo Bellinati, Sérgio Molina, e Paulo Tiné.

A atuação do Quaternaglia começou a despertar o interesse da crítica internacional a partir de 1998, após a obtenção do Ensemble Prize no Concurso Internacional de Violão de Havana (Cuba) e da participação em importantes séries de violão e música de câmara dos Estados Unidos.

Segundo os críticos do jornal Los Angeles Times, "o quarteto de violões Quaternaglia foi atraído pela oportunidade de adicionar experiência e tempero a um jovem gênero musical, criando um cânone de fogo" e "uma aura de pureza penetrou o concerto do quarteto de violões Quaternaglia, que preencheu todos os requisitos com serenidade e inteligência em sua estréia na Califórnia".

O grupo cumpre uma intensa agenda internacional, com concertos e turnês frequentes em cidades como Buenos Aires, Caracas, Havana, New York, Los Angeles, Washington, Chicago e em mais de quinze estados brasileiros. Desenvolve também intensa atividade didática e trabalho acadêmico regular em São Paulo e Belém, além de ser convidado periodicamente para ministrar master classes e palestras em diversas instituições.

O evento, que tem entrada franca, tem início às 11h00 na sala do coro, da Sala São Paulo e os ingressos começam a ser distribuídos às 10h30. Após o concerto haverá sessão de autógrafos na Loja CLÁSSICOS Sala São Paulo.