Retrospectiva 2013 – João Luiz Sampaio (depoimento de dezembro de 2013)

por Redação CONCERTO 21/02/2014

“No ano do bicentenário de Verdi e Wagner, foi Benjamin Britten quem, com seu The Turn of the Screw, no Theatro São Pedro, ganhou uma das mais bem realizadas montagens do ano. Mas, claro, não foram ignorados os dois grandes autores líricos do século XIX. E, das produções dedicadas a eles, sobressaíram-se Aida (Municipal de São Paulo) e, em Belém, Il trovatore e O navio fantasma. Se o assunto é a ópera, difícil escapar, no balanço do ano, dos recentes acontecimentos no Theatro Municipal de São Paulo. De um lado, boas montagens, um aumento no número de récitas – e de público – e a promessa de criação de um programa de educação musical; de outro, polêmicas em torno de medidas como o cancelamento do projeto do Anel, a reformulação do Coral Paulistano e a proposta de reatribuição de funções da Orquestra Experimental de Repertório. No debate gerado, com raras exceções, surgiram vilões, mocinhos, histórias e conspirações que criaram um ambiente de animosidade no qual algo que me parece óbvio ficou de lado: mudanças são prerrogativas de uma nova gestão, assim como é direito da sociedade discutir novos projetos de caráter público. Qualquer processo de mudança gera traumas – em especial em uma estrutura arcaica como a do Municipal. Nesse contexto, a lição que fica é a de que é preciso duvidar dos interesses de quem defende que tudo estava muito bem antes, e que, da mesma forma, é ingênuo acreditar que a mudança pela mudança significa necessariamente uma melhoria. Cabe à nova gestão provar que seu projeto pode de fato significar uma transformação de paradigma, e não apenas a troca de velhos por novos vícios. E, ao meio musical, fiscalizar o que é feito – com maturidade e honestidade.”

 

João Luiz Sampaio, jornalista e crítico musical de O Estado de S. Paulo

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.