Sala Cecilia Meireles promove série especial para marcar as Olimpíadas do Rio

por Redação CONCERTO 02/08/2016

A programação da Sala Cecília Meireles se divide em dois grupos em agosto. De um lado, a temporada regular do espaço, um dos mais importantes do país; de outro, uma série criada especialmente para marcar musicalmente a realização das Olimpíadas.

 

A Sala Cecilia Meireles, no Rio de Janeiro, abre o mês com a estreia de uma programação especial dedicada aos Jogos Olímpicos. A Série Olimpíadas vai reunir músicos de diferentes orientações, entre o erudito e o popular. Os concertos acontecem entre hoje e o dia 20. São várias as atrações. O grupo Samba Bom, por exemplo, homenageia Dorival Caymmi (hoje); o Trio de Câmara Brasileiro celebra o trabalho de Canhoto da Paraíba (dia 7); o Quarteto de Cordas do Theatro Municipal toca Chico Buarque (dia 8); a Orquestra Johann Sebastian Rio propõe o diálogo entre Vivaldi, Pixinguinha e Villa-Lobos (dia 9); a pianista Maria Teresa Madeira une Ernesto Nazareth e Scott Joplin (dia 10); e a harpista Cristina Braga lança o CD Whisper: The Bossa Nova Brandenburg Concerto (dia 13), entre outras atrações.

Pela programação normal da Sala, no domingo apresenta-se a pianista brasileira radicada na Europa Cristina Ortiz. O recital é inteiramente dedicado a Chopin, com peças como a Sonata nº 2 op. 35 e a Sonata nº 3 op. 58.

[Veja mais no Roteiro Musical]