Sinfônica da Rádio da Baviera faz apresentação única no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

por Redação CONCERTO 09/05/2014

No dia 11 de maio, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro recebe, em promoção da Dell’Arte, uma das maiores orquestras do mundo: a Sinfônica da Rádio da Baviera. Fundado em 1949, em Munique, o grupo ficou na sexta posição da lista das 20 melhores orquestras do mundo, realizada em 2008 pela revista inglesa Gramophone.

 

O comentário publicado à época afirma que “a orquestra não possui nenhuma fraqueza”, e que, por conta das constantes gravações e execuções de obras contemporâneas, cada instrumentista do grupo acabou por criar um senso crítico muito refinado de suas próprias performances, que os deixa sempre afiados. “Para mim”, conclui, “é como dirigir um Rolls Royce”.

Quem escreveu o comentário é o próprio diretor artístico e regente titular do grupo, Mariss Jansons, que ocupa o cargo desde 2003. O maestro letão de 71 anos e saúde frágil – Jansons quase morreu enquanto regia La bohème, em 1996, quando teve um ataque cardíaco –, tem reputação estabelecida como um dos maiores de sua geração: além da Sinfônica da Rádio da Baviera, ele é titular também da Orquestra Real do Concertgebouw, a número 1 da lista supracitada.

No Municipal carioca o repertório apresentado é variado, e se inicia com Slonimsky’s earbox, do compositor contemporâneo norte-americano John Adams; então segue com o virtuosístico poema sinfônico Don Juan, de Richard Strauss, e se e encerra com a Sinfonia fantástica, do romântico francês Hector Berlioz.

Depois do Rio, a orquestra parte para São Paulo, onde se apresenta nos dias 12 e 13 com a pianista japonesa Mitsuko Uchida.

[Veja mais no Roteiro Musical]

[Nota atualizada às 16h15 do dia 9/5/2014]

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página