Sinfônica de Sergipe toca Mendelssohn com maestro norte-americano

por Redação CONCERTO 19/04/2011

Após retornar de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, onde participou do Festival Internacional de Música Barroca, a Orquestra Sinfônica de Sergipe dá continuidade a sua temporada 2011. No dia 21 de abril, quinta-feira, quem rege o concerto é o maestro norte-americano David Händel que comanda o grupo na Abertura Candide de Bernstein, no Concerto para violino op. 64 de Mendelssohn, com a participação da violinista Elisa Fukuda, e no quadro sinfônico de Porgy and Bess de Gershwin

 

A temporada ainda engloba grandes peças do repertório clássico, como a Sinfonia nº 2 de Rachmaninov, o Concerto para mão esquerda de Ravel, a Sinfonia nº 8, “Inacabada” de Schubert, sinfonias de Brahms e Shostakovich, concertos de Beethoven e os dois concertos para piano de Liszt, compositor de quem se celebra o centenário de nascimento em 2011 e cujas obras serão interpretadas por dois excelentes pianistas: Karin Fernandes e Amaral Vieira.

Destaques da programação são a versão em concerto da ópera La bohème, de Puccini, a ser apresentada dias 6 e 8 de julho, a presença do pianista Nelson Freire, que sola o Concerto para piano op. 54 de Schumann em agosto, a estreia de uma obra de André Mehmari especialmente composta para a Orsse e inspirada em Sergipe, em outubro, e o encerramento da temporada, que terá O messias, de Händel, regido por Guilherme Mannis nos dias 21 e 22 de dezembro.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]