Theatro Municipal do Rio de Janeiro adia abertura da temporada para maio

por Redação CONCERTO 31/01/2012

Em razão do trágico desabamento de três edifícios ocorridos no centro do Rio de Janeiro na semana passada, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro divulgou comunicado informando que manterá a casa fechada até maio. Ao mesmo tempo em que informa que o Theatro não sofreu danos, o comunicado afirma que “a existência de algum comprometimento no maquinário só poderá ser realmente determinada depois de encerrados os trabalhos de resgate e remoção de destroços na região, e da devida higienização nos aparelhos do teatro para que possam ser ligados e avaliados”.

Como o Theatro Municipal é hoje o único grande espaço disponível para apresentações clássicas no Rio de Janeiro, o fechamento do teatro acarretará mudanças nos planos da Orquestra Petrobras Sinfônica e da Orquestra Sinfônica Brasileira, bem como nas temporadas da Dell’Arte e da Sala Cecilia Meireles. Enquanto isso, a comunidade musical carioca reforça a pressão sobre a Prefeitura para que essa finalmente decida pelo término e entrega da Cidade das Artes (ex Cidade da Música).

Leia abaixo o comunicado da assessoria de imprensa do Theatro Municipal do Rio de Janeiro:

“Frente ao trágico desabamento dos edifícios situados à Rua Treze de Maio, no Centro, o Theatro Municipal decidiu transferir a abertura da Temporada 2012, do mês de março para o mês de maio.
Como já foi informado, o edifício histórico do Theatro Municipal não sofreu danos. Técnicos de diversos sistemas que operam o Theatro estiveram ontem (quinta-feira) e hoje na casa para avaliar a situação dos equipamentos operacionais. Entretanto, a existência de algum comprometimento no maquinário só poderá ser realmente determinada depois de encerrados os trabalhos de resgate e remoção de destroços na região, e da devida higienização nos aparelhos do teatro para que possam ser ligados e avaliados.”