Theatro São Pedro faz estreia mundial da ópera "O menino e a liberdade", de Ronaldo Miranda

por Redação CONCERTO 30/10/2013

Nos dias 1º, 2 e 3 de novembro, o palco do Theatro São Pedro de São Paulo recebe a estreia mundial da ópera O menino e a liberdade, que tem música do carioca Ronaldo Miranda (confira a entrevista com o compositor na edição de novembro da Revista CONCERTO; disponível aqui para assinantes) e libreto de Jorge Coli, professor de História da Arte e da Cultura da Unicamp e colunista da Revista CONCERTO.

 

O título é inspirado em um conto de mesmo nome do escritor paulista Paulo Bomfim. Segundo Coli, Paulo Bomfim era um amigo de sua família, e frequentava a casa de seus avós. “Ele sempre esteve na minha memória afetiva”, diz.

A proposta para escrever um libreto baseado em um conto de Bomfim, apesar de uma alegria, foi um desafio: “O texto era um quebra-cabeças, porque tem apenas algumas linhas, e deveria ser transformado em uma ópera que durasse uns quarenta minutos. Meu parâmetro foi o tamanho do libreto de Gianni Schicchi [de Puccini]. Percebi que, para chegar lá, deveria criar personagens, situações novas, e subverti a conclusão.”

E o resultado agradou tanto o libretista quanto o compositor: “Foi um prazer redigir esse libreto, e foi uma alegria quando Ronaldo Miranda me disse que ele escorria facilmente dentro da música.”

“Um grande diferencial desse novo trabalho é que pela primeira vez não escolhi o tema da ópera”, afirma Miranda. E completa: “Trata-se de um enredo desafiador do ponto de vista dramático-musical, pois toda a trama ocorre no interior de uma lotação.”

Roberto Duarte é o responsável pela direção musical e regência do espetáculo, que tem música da Orquestra do Theatro São Pedro. A direção cênica é de Mauro Wrona. O elenco é composto pela mezzo Luciana Bueno (A mãe), pelo jovem soprano Ivan Marinho (O menino), os barítonos Inácio de Nonno (O chofer) e Sebastião Teixeira (Senhor Distinto), o tenor Flávio Leite (O rapaz) e a soprano Caroline de Comi (A moça).

Na récita do dia 2 de novembro, a ópera tem como solistas cantores da Academia de Ópera do Theatro São Pedro – projeto de formação que garante aos participantes a oportunidade de atuar em pelo menos uma récita de cada montagem feita pelo teatro.

[Veja mais no Roteiro Musical]

Clássicos Editorial Ltda. © 2013 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.