Tobias Volkmann é anunciado novo regente titular do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

por Redação CONCERTO 25/02/2016

O maestro Tobias Volkmann é o novo regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O nome dele foi anunciado pelo presidente da Fundação Theatro Municipal, João Guilherme Ripper, e pelo diretor artístico, André Cardoso, após consulta aos músicos da orquestra. Tobias Volkmann sucede Silvio Viegas, que esteve oito anos no cargo. No início deste ano, Viegas assumiu o posto de titular da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais.

 

Tobias Volkmann estudou canto e regência na Universidade Federal do Rio de Janeiro e concluiu seu mestrado em regência orquestral na Universidade Carnegie Mellon, de Pittsburgh, nos Estados Unidos, onde teve aulas com Ronald Zollman (no Brasil, estudou com Fabio Mechetti e Isaac Karabtchevsky). Após ser premiado em concursos como o Jorma Panula, na Finlândia, e o Olympus, em São Petersburgo, foi regente-assistente do Municipal do Rio entre 2012 e 2014.

Na temporada de 2015, Volkmann regeu a ópera As bodas de Fígaro, de Mozart, e o balé O messias, entre outros espetáculos programados pela casa. E, neste mês de março, estará à frente da orquestra em duas ocasiões: vai reger a Missa Solene, de Beethoven, e liderar a orquestra em um espetáculo do Balé do Theatro Municipal.

 

O maestro já dirigiu orquestras como as sinfônicas de Brandemburgo e São Petersburgo, a orquestra da Casa da Música do Porto, a Sinfônica Nacional do Chile, a Filarmônica de Minas Gerais e a Sinfônica de Campinas, entre outras. Em dezembro do ano passado, regeu o Concerto de Natal da Orquestra da Rádio MDR de Leipzig, no célebre Gewandhaus.

Em entrevista concedida em novembro de 2015 à Revista CONCERTO, afirmou que ser maestro “é ser completamente apaixonado por música e pessoas” e disse ser impossível, como regente, escolher entre ópera ou música sinfônica. Seus compromissos no Municipal do Rio este ano incluem ainda o espetáculo de ópera e balé que vai unir Mozart & Salieri e Sheherazade, de Rimsky-Korsakov, em setembro e outubro.

Clássicos Editorial Ltda. © 2016 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.