“Trovatore”, de Verdi, tem últimas récitas no Theatro Municipal de São Paulo

por Redação CONCERTO 18/03/2014

Nos dias 18, 20 e 22 acontecem as três últimas récitas da ópera Il trovatore, de Giuseppe Verdi, no Theatro Municipal de São Paulo. A Orquestra Sinfônica Municipal e o Coral Lírico têm regência de John Neschling, diretor artístico do teatro. A equipe técnica é toda italiana: Andrea de Rosa (direção cênica), Sergio Tramonti (cenografia), Alessandro Ciammarughi (figurinos) e Pasquale Mari (desenhos de luz).

 

Em cartaz desde o dia 8 de março, a ópera abriu a temporada lírica do Municipal paulista, e foi muito bem recebida pela crítica – leia a resenha de Jorge Coli para a apresentação do dia 13 de março.

Trovatore conta a história de um triângulo amoroso entre a dama da nobreza Leonora, o conde de Luna e Manrico, um trovador. O jogo de interesses se torna mais complicado quando se descobre que o conde e Manrico são, na verdade, irmãos – separados pela cigana Azucena, que raptou Manrico ainda bebê.

Nos papeis principais alternam-se Alberto Gazale (dias 18 e 20) e  Rodolfo Giuliani (22) como o conde de Luna; Susanna Branchini (20) e Hui He (18 e 22) como Leonora. O norte-americano, um dos principais destaques da presente produção, Stuart Neill participa das três últimas récitas como Manrico. Completam o time os cantores Marianne Cornetti (18 e 20), Denise de Freitas (22), Enrico Giuseppe Iori (18 e 20), Felipe Bou (22), Ana Lucia Benedetti, Eduardo Trindade e Leonardo Pace.

[Veja mais no Roteiro Musical]

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.