Zubin Mehta rege a Filarmônica de Munique no Rio e em SP [concorra a ingressos]

por Redação CONCERTO 23/09/2010

Num mês de muitas atrações internacionais, a vinda da Filarmônica de Munique, sob regência de Zubin Mehta, é certamente um dos principais destaques. O prestigiado grupo orquestral faz quatro apresentações no Brasil dentro da temporada do Mozarteum Brasileiro. A Filarmônica de Munique foi fundada em 1893 pela iniciativa de Franz Kaim, filho de um fabricante de pianos, e desde então exerceu uma profunda influência na vida cultural de Munique, que mais tarde se espalhou para a Alemanha e por toda a Europa.

No dia 26, a Filarmônica toca para a plateia externa do Auditório Ibirapuera, com entrada franca; nos dias 27 e 28, a orquestra se apresenta na Sala São Paulo e, no dia 29, os músicos seguem para o Rio de Janeiro, para uma única apresentação no Teatro Municipal. Todas as apresentações têm a participação da violinista Mayuko Kamio, que aos 24 anos tem uma carreira em ascensão no cenário internacional.

No repertório dos dias 27 (São Paulo) e 29 (Rio), a Filarmônica apresenta a abertura de A força do destino, de Verdi, o Concerto para violino nº 1 de Bruch e a Sinfonia nº 1, Titã, de Mahler. Para o concerto do dia 28 em São Paulo, além das peças de Verdi e de Bruch, a orquestra toca a Passacaglia, op. 1, de Webern, e a Sinfonia nº 4 de Tchaikovsky.

A Orquestra Filarmônica de Munique esteve no Brasil em outras duas ocasiões, em 1992 e 1993, ao lado do regente Sergiu Celebidache, sempre integrando a temporada do Mozarteum Brasileiro.

[Concorra a ingressos para a Filarmônica de Munique no dia 28 na Sala São Paulo]