Orquestra Jovem do Estado toca e grava CD dedicado à música nova

por Redação CONCERTO 09/06/2017

Depois de aclamados discos dedicados a autores como Shostakovich, Villa-Lobos e Berlioz (integrantes da coleção Música de CONCERTO, álbuns distribuídos como presente para os assinantes da Revista CONCERTO), a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo grava esta semana seu novo álbum, desta vez dedicado a criações dos séculos XX e XXI. A regência é do maestro titular Claudio Cruz e o repertório será apresentado ao público no domingo, na Sala São Paulo.

O programa tem duas obras de Bartók, as Danças romenas e o Mandarim Maravilhoso, uma das peças responsáveis pela fama do compositor. De Kodály, o grupo faz as Danças de Galanta. E, completando o concerto, um dos maios importantes criadores do cenário atual, Flo Menezes, de quem o grupo toca laçoentrelaço.

[Veja mais no Roteiro Musical]