Orquestras de Heliópolis se unem para interpretar Mahler com Isaac Karabtchevsky

por Redação CONCERTO 01/03/2018

Considerada pelo próprio compositor sua obra mais enigmática, a Sinfonia nº 6 – Trágica, de Gustav Mahler, abre o ano dos grupos do Instituto Baccarelli, um dos mais importantes projetos de formação musical e inclusão social do país. No dia 12, as Orquestras de Heliópolis (Orquestra Sinfônica Heliópolis e Orquestra Juvenil Heliópolis) se juntam sobre o palco do Municipal para interpretar a obra sob regência de Isaac Karabtchevsky.

O Instituto Baccarelli também abre em março sua programação no Auditório do Masp. No dia 18, Edilson Ventureli rege a Orquestra Sinfônica Heliópolis no Concerto para clarinete, de Carl Nielsen, e na Sinfonia nº 6,de Tchaikovsky, considerada testamento do compositor russo, que morreria pouco após a estreia da obra. Também no dia 18, apresenta-se, na parte da tarde, o Coral da Gente.

[Veja mais no Roteiro Musical]