Osesp realiza festival dedicado a Villa-Lobos

por Redação CONCERTO 19/02/2018

A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo realiza, entre os dias 20 e 25 de fevereiro, o Festival Viva Villa!, que celebra diversas facetas do compositor Heitor Villa-Lobos ao mesmo tempo em que comemora o encerramento do importante projeto de gravação e edição de suas sinfonias, comandado pelo maestro Isaac Karabtchevsky. O festival marca ainda o lançamento pelo selo Naxos de uma caixa de 6 CDs com as onze sinfonias do compositor.  

E é Karabtchevsky quem abre o festival, no dia 20, regendo a Osesp e o Coro da Osesp em Uirapuru, no segundo movimento da Sinfonia nº 7 e nos Choros nº 10 – Rasga coração. Ele volta a comandar os grupos nos dias 22 e 24. No repertório, o primeiro movimento da Sinfonia nº 1, o terceiro movimento da Sinfonia nº 4 e a Sinfonia nº 6; e, no dia 24, os segundos movimentos da Sinfonia nº 2 e Sinfonia nº 9, o primeiro movimento da Sinfonia nº 10 e, mais uma vez, o Choros nº 10.

No dia 21, o destaque é a música de câmara, tão importante dentro da obra de Villa-Lobos, ainda mais quando lida por intérpretes como os músicos do Quarteto Osesp e o violonista Fábio Zanon. Ao lado de alunos da Academia Osesp, eles vão interpretar os Cinco prelúdios para violão, o Quarteto de Cordas nº 11, o Quinteto instrumental e o Sexteto místico, obra símbolo da influência francesa na criação do compositor. Já no dia 23, a apresentação evoca o diálogo de Villa-Lobos com a música de Bach, com o Coro da Osesp regido pela maestrina Valentina Peleggi e o pianista Lucas Thomazinho. No programa, de Villa, estão RudepoemaSuíte floral Bachianas brasileiras nº 9 (em arranjo para vozes); e, de Bach, o Prelúdio fuga nº 8, em sua versão original, e na transcrição feita pelo compositor brasileiro em 1938.

O encerramento, no dia 25, investiga o modo como Villa-Lobos abordou o universo das crianças, com As três mariasA prole do bebê nº 1 e excertos do Guia prático. Participam o pianista Marcelo Bratke, o Coro Infantil e o Coro Juvenil da Osesp, sob regência de Teruo Yoshida e Paulo Celso Moura.

[A caixa com as sinfonias de Villa-Lobos está disponível na Loja CLÁSSICOS; clique aqui para mais informações.]