Antonio Del Claro comemora 50 anos de carreira em concerto no Theatro São Pedro

por Redação CONCERTO 18/10/2012

O paulistano Antonio Del Claro comemora em 2012 meio século de uma carreira artística repleta de prêmios e apresentações por todo o mundo. Del Claro foi discípulo do consagrado violoncelista francês Pierre Fournier e sua importância para a música pode ser comprovada pelas obras especialmente escritas e dedicadas a ele por compositores como Camargo Guarnieri, Osvaldo Lacerda, Claudio Santoro e Almeida Prado. Ele recebeu da APCA os prêmios de Melhor Solista Jovem de 1967 e 72, Melhor Solista de 92 e o Prêmio Carlos Gomes o de Melhor Solista Instrumentista de 1999.

 

Para comemorar a data, a Orquestra do Theatro São Pedro realiza nos dias 20 e 21 de outubro no Theatro São Pedro um concerto em sua homenagem.

Na ocasião, ele interpreta o Concerto para Violoncelo e Orquestra em si menor, Op. 104 de Antonín Dvorák, que surgiu no inverno de 1894/95 e foi a última obra para orquestra do compositor tcheco, durante sua estada na América. É tido como uma confissão de saudades da pátria, com uma escrita que explora fortemente o conjunto sinfônico, em especial os sopros, porém com apenas três trompas.

Sob a regência de Emiliano Patarra, regente titular do grupo, a Orquestra do Theatro São Pedro inicia a apresentação com a Abertura Coriolano, Op. 62 de Beethoven e interpreta também a Sinfonia nº 9 em mi bemol maior, Op. 70 de Dmitri Shostakovich.