Soprano Martha Herr morre aos 63 anos

por Redação CONCERTO 01/11/2015

Faleceu ontem em São Paulo, de câncer, a soprano Martha Herr. Nascida em 1952 em Buffalo, nos Estados Unidos, Martha estava radicada no Brasil desde fins da década de 1970, e era professora livre docente do Instituto de Artes da Unesp. Graduada e com mestrado pela State University of New York at Buffalo, ela era doutorada em música pela Michigan State University.

 

Martha Herr tinha intensa atividade como camerista e solista, especialmente em repertórios dedicados à música contemporânea. A artista estreou em primeira audição no Brasil dezenas de obras, entre elas a Europera V de John Cage, em 1991. Martha também realizou gravações de canções de Virgil Thomson bem como de música brasileira, pela qual tinha especial predileção. Martha Herr participou também, em 2005, da primeira montagem brasileira de O anel do nibelungo, do Festival Amazonas de Ópera, em Manaus; em 2006, fez o papel titulo da ópera Olga, de Jorge Antunes, estreada pelo Theatro Municipal de São Paulo.

Martha Herr recebeu diversos prêmios e honrarias, como o Prêmio Carlos Gomes da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo (1998) e Cantora do ano pela APCA (1990).

A soprano, que foi casada com o percussionista John Boudler, deixa dois filhos e uma neta. Dezenas de manifestações nas mídias sociais, de amigos a artistas, atestam como Martha Herr era querida e admirada. A família comunica que não haverá velório, mas convida para uma “celebração pela vida dela” que será realizada na segunda-feira, dia 2 de novembro, a partir das 10h, na própria casa da artista.

Clássicos Editorial Ltda. © 2015 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.