UFJF anuncia que Festival de Música Colonial e Antiga de Juiz de Fora deve acontecer em outubro

por Redação CONCERTO 10/06/2015

A Universidade Federal de Juiz de Fora anunciou que o 26º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga acontecerá em 2015, possivelmente no final do mês de outubro. A notícia chega uma semana após o cancelamento “por tempo indeterminado” do festival, realizado pela universidade por conta da greve dos servidores técnico-administrativos da UFJF. De acordo com o professor doutor Marcus Vinícius Medeiros Pereira, supervisor do Centro Cultural Pró-Música, a universidade está empenhada em realizar o festival “menor em tamanho, mas procurando manter a excelência artística que sempre marcou as edições anteriores”.

 

A pró-reitora de cultura da universidade, Valéria Faria, declarou em matéria publicada no site G1, que a equipe que organiza o festival foi até o Rio de Janeiro reaver a verba do principal patrocinador do evento, que já havia sido devolvida. De acordo com Faria, o patrocínio está assegurado e o festival, garantido. “A programação já está sendo toda reagendada”, afirmou.

Segue cancelada, contudo, a Orquestra Barroca do Festival, marca do festival, que tem 15 CDs gravados. Em 2015, a orquestra gravaria a Sinfonia nº 3, Eroica. A decisão de cancelar a realização da orquestra partiu do maestro e violinista Luís Otávio Santos, que, ante a dificuldade de realização do festival, decidiu não comprometer a qualidade artística do projeto.

O mais importante evento de música antiga do país, o Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga chega este ano a sua 26ª edição – a quarta organizada pelo Centro Cultural Pró-Música em parceria com a Universidade Federal de Juiz de Fora. O Pró-Música passou a fazer parte da UFJF após a doação completa de todo o patrimônio material e imaterial do centro à universidade. A ação visava justamente a institucionalização do festival junto a uma grande universidade federal, a fim de garantir as realizações do Pró-Música no futuro. Com isso, foi criado o Órgão Suplementar Centro Cultural Pró-Música, cujo conselho curador tem como integrantes, de forma vitalícia, a família Souza Santos, criadora do festival. O violinista e regente Luis Otávio Santos é membro do conselho, e segue como diretor artístico e professor do festival.

 


 

[Veja também]
Cancelada a Orquestra Barroca do Festival Internacional de Música Antiga de Juiz de Fora (1/6/2015)
UFJF cancela Festival Internacional de Música Antiga de Juiz de Fora; novo gestor contesta diretor artístico Luís Otávio Santos (3/6/2015)

Clássicos Editorial Ltda. © 2015 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.