Violoncelista Pieter Wispelwey toca concertos de Saint-Säens na Sala São Paulo

por Redação CONCERTO 28/07/2016

A Osesp volta ao palco da Sala São Paulo esta semana, com concertos nos dias 28, 29 e 31. A regência é de Giancarlo Guerrero e o violoncelo é o destaque, com os dois concertos para o instrumento escritos pelo compositor francês Camille Saint-Säens. O solista é o violoncelista holandês Peter Wispelwey.

 

Um dos mais importantes representantes de seu instrumento na atualidade, ele afirma, em entrevista à Revista CONCERTO, estar animado com a possibilidade de apresentar, em um mesmo programa, as duas obras. “É bom poder tocar o Concerto nº 2, menos conhecido e, ainda assim, profundamente interessante. É uma obra da maturidade e basta ouvir o seu segundo movimento para entender que apenas um homem experiente poderia escrever uma melodia tão calma e nobre”, diz.

Guerrero também comanda a Osesp na Sinfonia nº 96, de Haydn, e nas Variações sobre um tema de Haydn, de Brahms. As peças de Haydn e Brahms, ao lado da Abertura Egmont, de Beethoven, também serão apresentadas no dia 30, sob regência de Michael Repper, na série de concertos matinais.

[Veja mais no Roteiro Musical]