Yo-Yo Ma faz duas apresentações em São Paulo

por Redação CONCERTO 03/05/2013

Após passagem pelo Rio de Janeiro, o violoncelista Yo-Yo Ma, querido pelo grande público, se apresenta na Sala São Paulo nos dias 6 e 7 de maio, em promoção da Sociedade de Cultura Artística. Nascido em Paris, Yo-Yo Ma, que tem ascendência chinesa, mudou-se com a família para Nova York aos 5 anos. Filho de uma cantora e de um violinista, ele começou na música muito cedo, primeiro no instrumento do pai, depois passando à viola. Criança prodígio, aos 5 anos já se apresentava, e aos 7 tocou para o então presidente norte-americano John F. Kennedy. Aos 9 anos foi aceito na conceituada Juilliard School, em Nova York, onde foi aluno de Leonard Rose.

 

Yo-Yo Ma participou quatro vezes do Marlboro Music Festival, onde teve a oportunidade de atuar sob a direção do catalão Pablo Casals, um dos maiores violoncelistas da história. O talento ao instrumento e a abrangência de repertório acabaram por lhe conceder uma popularidade única, que extrapola o mundo da música clássica. Em 2011, Yo-Yo Ma recebeu de Barack Obama a Medalha Presidencial da Liberdade, uma das mais altas honrarias civis dos Estados Unidos; e em 9 de setembro de 2012 foi o primeiro artista a se apresentar no “Ground Zero”, em uma solenidade em memória das vítimas dos ataques terroristas ao World Trade Center.

Em suas apresentações na Sala São Paulo, Yo-Yo Ma será acompanhado pela pianista Kathryn Stott, com quem mantém estreita colaboração desde 1985. O repertório das duas apresentações é o mesmo, e inclui algumas peças do seu premiado disco Obrigado Brazil, como o Choro nº 5, Alma brasileira, de Villa-Lobos, e a Dança negra, de Camargo Guarnieri. Completam o programa peças de Stravinsky, Piazzolla, De Falla, Messiaen e Brahms.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]