Morre o compositor Sergio Roberto de Oliveira

por Redação CONCERTO 19/07/2017

Morreu na madrugada desta quarta-feira, dia 19, o compositor e produtor musical Sergio Roberto de Oliveira, que desde o ano passado lutava contra um câncer no pâncreas. Aos 46 anos, ele era um dos mais ativos profissionais da cena carioca. Além de seu trabalho como autor, fundou, em 1998, A CASA Discos, gravadora especializada em música erudita contemporânea, pela qual foram lançados mais de 30 CDs.

Oliveira foi indicado duas vezes ao Grammy Latino. Em 2011, na categoria Melhor Composição Clássica Contemporânea e, em 2012, pelo CD Prelúdio 21 – Quartetos de cordas. O Prelúdio 21, do qual fez parte, é um coletivo de autores dedicado à promoção da música contemporânea, com séries regulares de concertos. Também escreveu música para cinema: lançou em 2014 o curta Ao mar, e compôs a trilha para os filmes Alla Prima e A dívida, sendo indicado com o último no Festival Internacional de Cinema de Madri na categoria “Melhor Música para filme” e no International Filmmaker Festival of World Cinema de Milão na categoria “Melhor Trilha Sonora”.

Atualmente, está em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro, sua primeira ópera, Na boca do cão, em que trabalhou ao lado do poeta Geraldo Carneiro, do diretor Bruce Gomlevsky e da soprano Gabriela Geluda.