Coral Lírico do Teatro Municipal comemora 70 anos

por Redação CONCERTO 13/06/2009

Com a participação da Orquestra Sinfônica Municipal, o Coral Lírico do Teatro Municipal de São Paulo comemora 70 anos com récitas especiais nos dias 13, 16 e 18 de junho, sob o título de “Lírico, 70 anos”. O maestro Mario Zaccaro, diretor do grupo, é o responsável pela regência e arranjos. Eloisa Baldin responde pela direção cênica e Miguel Geraldi pela direção de arte.

Um dos mais tradicionais corpos estáveis do Teatro Municipal de São Paulo, o Coral Lírico foi criado em 1939, quando o maestro Armando Belardi era diretor artístico da casa, para servir ao grande repertório operístico e lírico-sinfônico. O primeiro diretor do Lírico foi o maestro Fidélio Finzi, que preparou o grupo para sua estreia em 13 de junho de 1939, na ópera Turandot, que era apresentada pela primeira vez em São Paulo. Após Finzi, assumiu a direção do grupo o maestro Sisto Mechetti e, posteriormente, seu filho –  Marcello Mechetti – e seu neto, o maestro Fabio Mechetti, hoje titular da Filarmônica de Minas Gerais. Osvaldo Colarusso também dirigiu o grupo entre 1980 e 85.

Em 1994 o maestro Mário Zaccaro assumiu a direção do Coral. Desde então o grupo vem desenvolvendo outra vertente de trabalho, dedicada à MPB e ao jazz. E esta versatilidade poderá ser conferida pelo público que for assistir a “Lírico, 70 anos”. Trata-se de um espetáculo encenado, “como se fosse uma ópera”, adianta Zaccaro. A primeira parte terá canções como Carinhoso, de Pixinguinha, Luiza, de Tom Jobim, ou Somewhere, de Leonard Bernstein, além de obras do próprio Zaccaro. Já a segunda parte será dedicada ao repertório sinfônico e operístico, incluindo coros de Otello (Verdi) e Tannhäuser (Wagner), entre outros. “Dessa forma, daremos ao público uma mostra completa de nossas frentes de atuação”, afirma Zaccaro.