Falece compositor Henri Pousseur

por Redação CONCERTO 10/03/2009

Morreu em 6 de março passado o compositor belga Henri Pousseur, um dos maiores compositores do século XX. Nascido em Malmedy, em 1929, Pousseur realizou os seus estudos nos conservatórios de Liège e de Bruxelas, onde se iniciou na música de vanguarda e particularmente no dodecafonismo. Nos anos 50, fundou a associação “Músicas Novas”. Dirigiu também o Conservatório de Liège e deu aulas em Colônia (Alemanha), na Basiléia (Suíça) e em Buffalo (Estados Unidos). Henri Pousseur participou da construção do Institut de Pégagogie Musicale du Parc de la Villette, em Paris, primeiro embrião da Cidade da Música. O compositor seguiu criando até o fim da vida, nos primeiros anos do século XXI, “uma música multimídia”, misturando música eletroacústica e imagens numéricas.

“Tratou-se de um dos maiores gênios musicais do século XX. Tive a honra de tê-lo como meu orientador quando fiz meu doutorado sobre a obra de Berio, há 20 anos”, comentou emocionado o compositor paulista Flo Menezes, que acaba de terminar a organização e tradução de um livro com textos de Pousseur sobre Schoenberg, Webern, Stravinsky e sobre harmonia contemporânea, a ser lançado em breve pela Editora Unesp. “Ele foi um expoente da música serial e da música eletrônica em seus primórdios, e um dos maiores teóricos que a música conheceu”, completou Menezes.