Morre o maestro britânico Frank Shipway

por Redação CONCERTO 07/08/2014

Morreu ontem, aos 79 anos, o maestro britânico Frank Shipway. Ele foi vítima de complicações causadas por um acidente de carro sofrido próximo a Wedhampton, na Inglaterra. Segundo a imprensa britânica, o regente dirigia seu Jaguar na tarde de terça-feira quando colidiu com um carro que vinha na direção oposta da estrada. Ele foi levado a um hospital, mas não sobreviveu. O outro motorista, que foi liberado após exames, está sendo procurado para dar esclarecimentos.

 

Shipway foi assistente de Lorin Maazel na Deutsche Oper de Berlim, onde começou sua carreira; criou a Sinfônica Nacional da RAI nos anos 1990 e, como maestro convidado, esteve regularmente à frente da sinfônica de Cleveland, da Philharmonia Orchestra ou da Royal Philharmonic Orchestra. Com esta última, gravou celebrados discos dedicados a sinfonias de Mahler, Shostakovich e outros compositores.

Para o público brasileiro, porém, Shipway será lembrado como um dos principais regentes convidados da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), grupo com o qual desenvolveu relação especial nos últimos anos, em concertos e gravações:  seu elogiado registro da Sinfonia alpina, de Richard Strauss, foi considerado um dos três melhores CDs de 2013 pela revista da BBC.

Em 2012, ele também regeu a Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo e deu master classes na Escola de Música do Estado de São Paulo (Emesp). Em setembro, ele voltaria a São Paulo para comandar a Osesp em um programa dedicado a Beethoven e Wagner, com a violinista Isabelle Faust.

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.