Petrobras Sinfônica faz programa especial no Rio de Janeiro

por Redação CONCERTO 25/09/2009

Nos dias 25 e 27 (sexta e domingo), dentro da série “Portinari”, a Orquestra Petrobras Sinfônica realiza um programa com obras pouco executadas e tendo como convidados o maestro Enrique Diemecke e o percussionista Saul Medina. O repertório tem Vereda, da pianista e compositora carioca Marisa Rezende, obra escrita em 2003. Num movimento único, a peça contrapõe fragmentos melódicos a outros rítmicos. A compositora observa que “a peça trabalha com o total cromático das alturas, agrupadas em dois conjuntos que dão unidade a seus muitos fragmentos melódicos”.

Em seguida a Opes interpreta o Concerto para marimba e orquestra, do compositor alemão Eckhard Kopetzki, nascido em 1956. A obra foi estreada em Stuttgart em 1999 e dedicada a Katarzyna Mycka, reconhecida mundialmente por seu extraordinário desempenho na marimba. O mexicano Saul Medina, solista da obra, é diretor musical dos grupos Minimalist Ensemble, Ensamble Rythus e do Conservatório Nacional de Música no México.

A segunda parte do programa ainda traz a Sinfonia nº 1, de Shostakovich, escrita quando o compositor tinha apenas 19 anos e que até hoje é uma de suas obras mais executadas.

Também mexicano, Enrique Diemecke é regente, violinista e compositor. Fez várias gravações com a Sinfônica Nacional do México e com a Royal Philharmonic Orchestra, de Londres. Atualmente é diretor musical da Orquestra Filarmônica de Buenos Aires e da Sinfônica de Long Beach da Califórnia. É ainda o diretor principal convidado da Sinfônica de Fort Worth do Texas.

[Clique aqui e consulte detalhes no Roteiro Musical.]