Quarteto Radamés Gnattali e Bienal de Música Contemporânea concorrem ao Prêmio de Cultura do Governo do Rio de Janeiro

por Redação CONCERTO 27/03/2014

O Quarteto Radamés Gnattali e a Bienal de Música Brasileira Contemporânea estão entre os indicados ao Prêmio de Cultura do Governo do Rio de Janeiro do biênio 2012/2013. Promovido peça Secretaria de Estado de Cultura, o prêmio está em sua terceira edição, e é dividido em 10 categorias, que abrangem diferentes regiões do estado fluminense.

 

Tanto o Quarteto Radamés Gnattali quanto a Bienal de Música disputam o prêmio pela região metropolitana da cidade do Rio de Janeiro. Uma novidade da atual edição é o voto popular via internet, que fica aberto ao público até o dia 11 de abril (acesse o site da votação aqui).

Serão ao todo 30 premiados – três por região: um eleito por voto popular, dois pela comissão especial de jurados. Outra inovação é a cerimônia de entrega dos prêmios: em vez de ocorrer em uma noite, o evento se estenderá por três dias, entre 9 e 11 de maio, em uma grande mostra cultural realizada na Escola de Artes Visuais do Parque Lage.

Concorrentes

A Bienal de Música Brasileira Contemporânea é um dos principais festivais de música nova do país, e foi um dos finalistas do Grande Prêmio CONCERTO de 2013. Já o Quarteto Radamés Gnattali, formado por Carla Rincón, Andréia Carizzi, Estevan Reis e Hugo Pilger, é um dos grupos mais ativos do Brasil, com feitos como a gravação integral dos quartetos de cordas de Villa-Lobos em DVD e BluRay, e uma indicação ao Grammy Latino de 2012. Há dois CDs do grupo disponíveis na Loja CLÁSSICOS: o Prelúdio 21 – Compositores do presente, e As 4 estações cariocas, realizado em parceria com o violonista Zé Paulo Becker.

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.