Theatro Municipal funde corais Lírico e Paulistano

por Redação CONCERTO 25/09/2013

A partir do ano que vem, os tradicionais Coral Lírico e Coral Paulistano vão funcionar unidos em um só corpo vocal, que terá a denominação de Coral Lírico Paulistano. A notícia foi publicada ontem no site do jornal Folha de S.Paulo. A assessoria de imprensa do teatro confirma a informação, mas não há ainda um comunicado oficial nem maiores detalhes sobre a decisão.

 

O Coral Paulistano foi criado em 1936, por Mário de Andrade, que era então diretor do Departamento Municipal de Cultura. No início do ano, o maestro Bruno Greco Facio foi apontado por John Neschling como regente titular do grupo, que tem entre suas atribuições a interpretação de obras do repertório brasileiro.

Já o Coral Lírico é especializado em produções operísticas – prioridade declarada da atual gestão do Theatro Municipal. Formado em 1939 pelo maestro Armando Belardi, diretor artístico do teatro na época, o Coral Lírico já atuou sob a regência de grandes nomes da música nacional, como Eleazar de Carvalho, Heitor Villa-Lobos e Francisco Mignone.

Clássicos Editorial Ltda. © 2013 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.