Enfrentando corte de 60%, Theatro São Pedro abre temporada do centenário

por Redação CONCERTO 01/02/2017

O Theatro São Pedro abre a temporada de seu centenário com um concerto de sua orquestra neste domingo, dia 5, às 17 horas. Sob a regência do maestro Luiz Fernando Malheiro, a Orquestra do Theatro São Pedro, Orthesp, reapresentará os repertórios que fizeram sucesso no ano de 2016, com a soprano Daniella Carvalho e os solistas que se destacaram do elenco estável e da Academia de Ópera do Theatro São Pedro.

 

As sopranos Daniella Carvalho, Maria Sole Gallevi e Raquel Paulin, a mezzo-soprano Andréia Souza, os tenores Aníbal Mancini e Daniel Umbelino, o barítono Jonnhy França, o baixo Gustavo Lassen, e o sopranista Bruno de Sá irão interpretar trechos de óperas dos compositores Richard Wagner, Gioacchino Rossini, Franz Von Suppé, Francesco Cilea, Giuseppe Verdi, Gerônimo Gimenez, Carl Maria von Weber, Camile Saint-Saens, Léo Delibes, Georges Bizet e Charles Gounod.

Pertencente ao estado de São Paulo, o Theatro São Pedro, que neste ano comemora 100 anos de existência, enfrenta grandes desafios para sua sobrevivência. No dia 25 de janeiro, a Secretaria de Cultura lançou uma convocação pública para a gestão do equipamento, em que fixou a verba anual do Theatro São Pedro (que mantém, além da Orthesp, também a Jazz Sinfônica e a Banda Sinfônica) em no máximo R$ 17 milhões. O mesmo Theatro São Pedro, que é o teatro da ópera do estado de São Paulo (o Municipal é mantido pela prefeitura), contou para sua operação no ano de 2014 com o montante de R$ 42 milhões (valor corrigido pelo IGPM). O corte imposto pelo governo alcança quase 60% (!) e obrigará a administração da casa a extinguir e Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e a demitir parte dos músicos da Jazz Sinfônica e da Orthesp.

[Clique aqui para consultar mais detalhes no Roteiro Musical.]

[Clique aqui para ler notícia sobre a convocação pública.]