Festival de Inverno de Campos do Jordão anuncia programação com mais de cem concertos

por Redação CONCERTO 07/06/2019

O Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão realizará sua 50ª edição entre os dias 29 de junho e 28 de julho. A abertura oficial será com a Osesp no Auditório Claudio Santoro, em concerto regido por Marin Alsop e com o barítono Paulo Szot como solista. Entre os convidados, estão artistas como os pianistas Nelson Freire e Arnaldo Cohen e os maestros Neil Thomson, Alexander Liebreich e Giancarlo Guerrero, além de orquestras de todo o país.

O anúncio da programação foi feito na manhã desta sexta-feira, dia 7, no Palácio dos Bandeirantes, pelo governador João Doria. “Esse é o ano mágico do festival, sua edição número 50, com mais de cem apresentações e com a expectativa de atendermos 150 mil pessoas com as atividades gratuitas, que são 80% das programadas, e pagas”, disse. 

Segundo o governador, o aniversário do festival será acompanhado de homenagens a artistas que, segundo ele, tem suas histórias ligadas à do evento: os maestros Eleazar de Carvalho, Roberto Minczuk, João Carlos Martins, Fabio Mechetti e o violonista Fabio Zanon.

Doria anunciou ainda uma “expansão” do conceito do festival, que a partir deste ano volta a ter uma programação de música popular brasileira. Os concertos terão curadoria da Orquestra Jazz Sinfônica e artistas como Lenine, Mônica Salmaso, Spok, Nelson Ayres e Fafá de Belém, que vão se apresentar na Praça do Capivari ao longo de julho, sob regência de nomes como Fábio Prado, João Maurício Galindo e Luis Gustavo Petri. 

O orçamento será inteiramente bancado pela iniciativa privada. Segundo o secretário de Cultura e Economia Criativa Sérgio Sá Leitão, já foram arrecadados R$ 6 milhões e a expectativa é chegar, nos próximos dias, a R$ 7,5 milhões, o que significa um aumento de mais de 100% nas verbas com relação ao ano passado (o festival, que recebia R$ 6 milhões em 2014, vinha sofrendo cortes e, em 2018, custou R$ 3 milhões, também pagos pela iniciativa privada).

Apesar do aumento no orçamento, a programação pedagógica continuará a ser realizada em São Paulo, como nos últimos anos, enquanto Campos do Jordão recebe apresentações, que também acontecem na Sala São Paulo. Gerido pela Fundação Osesp, o festival segue sob direção executiva de Marcelo Lopes, direção artística de Arthur Nestrovski e coordenação artística e pedagógica do violonista Fabio Zanon. 

Auditório Cláudio Santoro em Campos do Jordão [Divulgação]
Auditório Cláudio Santoro em Campos do Jordão [Divulgação]

Conheça destaques da programação

A Osesp fará dois programas no festival. Além da abertura, no dia 29, o grupo volta a se apresentar no dia 28 no auditório sob regência de Wagner Politschuk – o programa será escolhido pelo público em votação pela internet.

A Orquestra do Festival, formada por alunos do evento, será regida por três maestros diferentes, em três programas. Nos dias 6 e 7, no auditório e na Sala São Paulo, Alexander Liebereich rege obras de Santoro e Brahms; nos dias 20 e 21, Neil Thomson e Jean-Louis Steuerman tocam Enescu, Schumann, Ripper e Kodály; e, nos dias 27 e 28, o grupo apresenta Marlos Nobre, Ravel e Villa-Lobos, com o maestro Giancarlo Guerrero. 

Também composta de alunos, a Camerata do Festival toca nos dias 12 e 14, no auditório e em São Paulo, respectivamente, Mozart, Haydn e Schubert, com Neil Thomson e Matias de Oliveira Pinto; e, nos dias 19 e 20, em Campos e depois em São Paulo, Mozart e Beethoven, com regência de Lavard Skou Larssen e o pianista Arnaldo Cohen como solista. E o Grupo de Música Antiga interpreta Bach e Telemann (dia 12, na Sala São Paulo, e dia 13, no Auditório), com Luis Otávio Santos; e a Missa de Santa Cecília, de Nunes Garcia, nos dias 13 e 14 (também primeiro em São Paulo), com regência de Ricardo Kanji.

A música de câmara tem destaques importantes. Nelson Freire faz recital em Campos no dia 11, com Schumann e Chopin; Steuerman se une a músicos da Osesp para um recital no dia 23, na Sala São Paulo, dedicado a Mozart e Schumann; e Cohen toca no dia 25 com o violoncelista Viktor Uzur, com obras de Beethoven e Mendelssohn. Também se apresentam o Quarteto da Osesp, o Quarteto Carlos Gomes e uma série de duos, que sobem ao palco do Espaço Cultural Dr. Além – entre eles, os formados por Raiff Dantas Barreto (violoncelo) e Rogério Zaghi (piano); a soprano Gabriella Pace e o pianista Ricardo Ballestero; e a soprano Camila Titinger e o violonista Fabio Zanon. A Classe de Metais e Percussão, por sua vez, faz um concerto importante na Sala São Paulo, com o pianista Paulo Álvares e obras de Cage, Nobre e Messiaen.

Orquestras também participam da programação do Auditório Claudio Santoro: a Sinfônica Municipal com Roberto Minczuk (dia 30 de junho); a Orquestra Jovem do Estado com Claudio Cruz (dia 30 de junho); a Sinfônica do Paraná e Stefan Geiger (dia 4 de julho); e a Sinfônica de Campinas com Victor Hugo Toro (dia 7). A Filarmônica de Goiás se apresenta no auditório no dia 5, na Praça do Capivari no dia 6 e em São Paulo no dia 7 (com Neil Thomson). 

Também sobem ao palco da praça a Sinfônica Jovem de Goiás (com Eliel Ferreira), a Sinfônica Jovem de Guarulhos (Emiliano Patarra), a Sinfônica de Santos (Luis Gustavo Petri), a Sinfônica de Barra Mansa (Daniel Guedes), a Sinfônica do Projeto Guri (Gesiel Vilarubia), a Orquestra Experimental de Repertório (Jamil Maluf), a Sinfônica de Piracicaba (Jamil Maluf), as orquestras de Mogi (Lelis Gersin) e de Taubaté (Rogério de Souza), e a Sinfônica Jovem do Conservatório de Tatuí (com João Carlos Martins).

Em Campos do Jordão, as apresentações acontecem na Praça do Capivari, no Auditório Claudio Santoro, no Palácio Boa Vista, no Espaço Cultural Dr. Além, na Igreja Santa Terezinha e, como novidade, no Hotel Toriba, que foi o primeiro espaço para apresentações de música clássica na cidade. Em São Paulo, os concertos serão na Sala São Paulo.

Nelson Freire [Divulgação]
Nelson Freire [Divulgação]

 

Clique aqui para ir ao site do festival e consultar a programação completa.

Serviço
Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão
Data: de 29 de junho a 28 de julho
Praça do Capivari – Rua Djalma Forjaz - Jardim Elizabete - Campos do Jordão
Auditório Claudio Santoro - Av. Dr. Luis Arrobas Martins - Campos do Jordão
Palácio Boa Vista – Av. Adhemar Pereira de Barros, 3001 - Jardim Dirce - Campos do Jordão
Espaço Cultural Dr. Além – Av. Dr. Januário Miraglia, 1582 – Abernéssia - Campos do Jordão
Igreja Santa Terezinha - R. Tadeu Rangel Pestana, 662 – Abernéssia - Campos do Jordão
Hotel Toriba - Av. Ernesto Diederichsen, 2962 - Vila Matilde – Campos do Jordão
Sala São Paulo - Praça Júlio Prestes, 16 - Campos Elíseos – São Paulo
Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer – Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana – São Paulo 

Ingressos
Abertura para vendas de ingressos online e por telefone a partir de 14/06/2019.
Tel: (11) 3777-9721 – de segunda a sexta, das 12h às 18h.
Além disso, os concertos gratuitos têm retirada de ingressos duas horas antes de cada concerto na bilheteria do local limitados a dois por pessoa e à capacidade do local. 
Os concertos pagos no Auditório Claudio Santoro (1050 lugares) têm valores que variam entre R$ 50 a R$ 100 e estarão disponíveis nos pontos de venda do festival a partir de 21/06/19, diariamente das 10h às 18h. Os concertos pagos na São Paulo (1484 lugares) têm valores que variam de R$ 30 a R$ 50 e estarão à venda na bilheteria do estacionamento duas horas e meia antes do início.