“Aida” estreia no Municipal de São Paulo

por Redação CONCERTO 07/08/2013

A ópera Aida, de Giuseppe Verdi, abre a Temporada Lírica 2013 do Theatro Municipal de São Paulo nos dias 9, 11, 13, 15, 17, 18, 20, 22, 24 e 25 de agosto. No palco estarão três grupos artísticos da instituição: a Orquestra Sinfônica Municipal, sob regência do maestro John Nechling, o Balé da Cidade de São Paulo e o Coral Lírico, numa produção que reúne ao todo 276 profissionais, entre músicos, bailarinos e atores.

 

O diretor cênico será Marco Gandini, italiano que já realizou montagens em casas como o Teatro alla Scala de Milão, Metropolitan Opera de Nova York e Royal Opera House de Londres.

No elenco estão cantores como Maria Josè Siri e Maria Billeri (Aída) Tuija Knihtlä e Laura Brioli (Amneris); Anthony Michaels-Moore e Rodrigo Esteves (Amonasro); Gregory Kunde e Stuart Neill (Radamés); Luiz-Ottavio Faria (Ramphis) e Carlos Eduardo Marcos (Ramphis/Faraó); e Lukas D’Oro (Faraó), além de 40 figurantes.

Pelo libreto de Antonio Ghislanzoni, a história se passa em Mênfis, no Egito, onde o guerreiro Radamés é designado chefe das tropas de seu país para combater a iminente invasão etíope. Amneris, filha do faraó, ama-o, desconfiando que sua escrava, Aída, princesa etíope capturada, seja a preferida do coração de Radamés. Esta, por sua vez, divide-se entre o amor pelo guerreiro e a fidelidade à Etiópia, que prepara o contra-ataque liderada pelo pai de Aida, Amonasro.

Além de Aida, o Municipal paulistano apresentará ainda este ano Don Giovanni de Mozart (setembro), a dobradinha Jupyra de Francisco Braga e Cavalleria Rusticana de Mascagni (outubro), O Ouro do Reno de Wagner (novembro) e La Bohème de Puccini (dezembro).

[Veja detalhes no Roteiro Musical]

[Leia mais sobre a ópera Aida na edição de agosto da Revista CONCERTO]

Clássicos Editorial Ltda. © 2013 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.