Filarmônica de MG e Arnaldo Cohen são destaques do “Folle Journée”

por Redação CONCERTO 05/06/2009

Como parte da programação da Folle Journée 2009, que acontece até domingo no Rio de Janeiro [consulte programação completa aqui], a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais apresenta-se com o pianista Arnaldo Cohen e regência do maestro Fabio Mechetti.

A Filarmônica de Minas Gerais faz duas apresentações, ambas na Sala Cecília Meireles. No sábado dia 6 de junho, às 21h, o conjunto executa as peças Don Giovanni [abertura], Serenata para orquestra n° 6 [Serenata notturna] e Concerto para piano e orquestra n° 17. No dia seguinte, domingo 7 de junho, às 19h, fazem parte do repertório as peças Sinfonia n° 36 “Linz” e Concerto para piano e orquestra n° 17. Nas duas apresentações, a orquestra divide o palco com o pianista Arnaldo Cohen, que será solista no concerto para piano. A carreira de Cohen é reconhecida em todo o mundo: já se apresentou em mais de 2 mil concertos, em apresentações nas mais importantes salas e com as principais orquestras.

Leia a seguir informações adicionais fornecidas pela assessoria de imprensa da Filarmônica de Minas Gerais.

Fabio Mechetti
Vencedor do XII Prêmio Carlos Gomes na categoria de Melhor Regente brasileiro em 2008, Fabio Mechetti é diretor musical e regente titular da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais desde a sua criação, em 2008. Nome aclamado e de prestígio internacional, Mechetti também é regente titular e diretor artístico da Orquestra Sinfônica de Jacksonville, EUA, desde 1999. Natural de São Paulo, foi regente titular da Orquestra Sinfônica de Syracuse e da Orquestra Sinfônica de Spokane, da qual é, agora, Regente Emérito, e regente associado de Mstislav Rostropovich na Orquestra Sinfônica Nacional de Washington, EUA. Constantemente convidado dos festivais de verão dos Estados Unidos, Fabio Mechetti já dirigiu concertos em diversos países, como México, Espanha, Venezuela, Japão, Escócia, Canadá, Nova Zelândia e outros. Sua estreia em regência aconteceu no prestigiado Carnegie Hall, conduzindo a Orquestra Sinfônica de Nova Jersey. Igualmente aclamado como regente de ópera, fez sua estreia nos Estados Unidos dirigindo a Ópera de Washington. Fabio Mechetti recebeu títulos de Mestrado em Regência e em Composição pela admirada Juilliard School de Nova York.

Arnaldo Cohen
“Raro fenômeno”, foi a crítica da BBC de Londres sobre Cohen. “[...] possuidor de uma técnica extraordinária e capaz de chamuscar as teclas do piano ou derreter nossos corações”, disse, por sua vez, o crítico do jornal “The Times”. Nome que dispensa alongadas apresentações, Arnaldo Cohen tornou-se o primeiro músico brasileiro a assumir uma cátedra vitalícia na Escola de Música da Universidade de Indiana. Lecionou na Royal Academy of Music e no Royal Northern College of Music, onde recebeu o título de Fellow Honoris Causa. Foi condecorado pelo governo brasileiro com a Ordem do Rio Branco por seus serviços prestados ao país na área cultural. Seu interesse pela vida acadêmica levou-o a participar, como jurado, de vários concursos internacionais, como o Concurso Chopin, em Varsóvia. Aclamado pela crítica mundial, já foi dito que Arnaldo Cohen é um dos melhores pianistas de todos os tempos.
Apesar de começar seus estudos na música aos cinco anos, somente aos vinte teve condições de assumir plenamente esse caminho. Nessa época, frequentava ao mesmo tempo três cursos na Universidade Federal do Rio de Janeiro: engenharia, piano e violino. Foi o primeiro aluno na história da universidade brasileira a concluir, com distinção, os cursos de piano e violino na Escola de Música da UFRJ. Nesse início de carreira, venceu vários concursos e, mais adiante, apresentações nos maiores teatros do mundo: Scala de Milão, Concertgebouw de Amsterdã, Champs-Elysées de Paris, Gewandhaus de Leipzig, La Fenice de Veneza, Royal Festival Hall e Royal Albert Hall, de Londres, sempre ao lado de grande orquestras e importantes regentes. Desde 1991, é professor do Royal Northern College of Music, em Manchester, onde ministra concorridas master classes para alunos do curso de pós-graduação e atua como jurado de importantes concursos internacionais de piano, como o Busoni, na Itália e Liszt, na Holanda.

Serviço:
Orquestra Filarmônica de Minas Gerais
Rio Folle Journée 2009

Regente: Fabio Mechetti
Solista: Arnaldo Cohen, piano
Dia 6 de junho às 21h; dia 7 de junho às 19h
Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro