Filarmônica de Minas Gerais tem percussionista Martin Grubinger como solista

por Redação CONCERTO 25/03/2015

Nos dias 26 e 27 a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais faz dois concertos em sua nova casa, a Sala Minas Gerais. Quem dirige o grupo é o maestro israelense Ariel Zuckermann. O programa se inicia com as Danças de Marosszek, de Zoltán Kodály, e segue com Congelando no tempo, do também israelense Avner Dorman. Escrita para orquestra e percussão, a peça tem solos do jovem austríaco Martin Grubinger – ele foi o responsável pela estreia da obra, em 2007, com a Filarmônica de Hamburgo. Encerra o programa a Quinta sinfonia de Jean Sibelius.

[Veja mais no Roteiro Musical]

Clássicos Editorial Ltda. © 2015 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.