Funarte divulga alteração na lista de compositores contemplados com encomendas de obras

por Redação CONCERTO 03/05/2012

A Funarte divulga alteração na lista de compositores contemplados com encomendas de obras anteriormente divulgada. [veja aqui notícia original]:

 

Agnaldo Ribeiro
Alexandre Schubert
Alfredo Barros
Aylton Escobar
Caio Senna
Denise Garcia
Edino Krieger
Eduardo Guimarães Álvares
Eli-Eri Moura
Ernani Aguiar
Fernando Cerqueira
Flo Menezes
Guilherme Bauer
H. Dawid Korenchendler
Harry Crowl
João Guilherme Ripper
Jocy de Oliveira
Jorge Antunes
José Augusto Mannis
José Orlando Alves
Liduíno Pitombeira
Luiz Carlos Csekö
Marcos Lucas
Marcos Vinício Nogueira
Mario Ficarelli
Marisa Rezende
Marlos Nobre
Murillo Santos
Paulo Costa Lima
Pauxy Gentil-Nunes
Raul do Valle
Ricardo Tacuchian
Roberto Victorio
Rodrigo Chicchelli Velloso
Ronaldo Miranda
Silvio Ferraz
Tato Taborda
Tim Rescala
Vania Dantas Leite
Wellington Gomes

Segundo a Funarte:

“Foi necessário modificar a relação dos 40 compositores contemplados com encomenda de obra, enviada na mensagem do dia 19 passado, pelo fato de dois deles haverem recusado essa encomenda. Essas recusas, e a solicitação feita por outros dois, de passar de categoria superior para inferior, acarretaram modificações na Tabela trazida por aquela mensagem, com os nomes e a classificação dos compositores por categoria de encomenda. A relação e a ordem de classificação definitivas passam a ser as encontradas na [lista cima].

Lembramos que as premiações com encomenda resultam da solicitação que fizemos a 74 compositores que participaram de cinco ou mais Bienais, e a oito regentes que dirigiram obras para orquestra sinfônica em duas ou mais Bienais. A cada um desses 82 músicos, foi pedida a indicação de dez compositores para receber encomenda de obra; essa distinção só seria acordada aos que recebessem cinco ou mais indicações. Responderam à nossa solicitação 60 compositores e 7 regentes, o que gerou 670 indicações a 181 compositores. Destes, 43 receberam cinco ou mais indicações.”

As 40 encomendas previstas, no valor total de R$ 519.000,00, estão divididas em seis categorias com diferentes quantidades de obras, a saber:

1 − orquestra sinfônica      −    4 obras, cada uma premiada com R$ 30.000,00;
2 − orquestra de câmara   −    3 obras, cada uma premiada com R$ 20.000,00;
3 − orquestra de cordas    −    3 obras, cada uma premiada com R$ 15.000,00;
4 − conjuntos de 6 a 10 intérpretes    −    8 obras, cada uma premiada com R$ 12.000,00;
5 − conjuntos de 3 a   5 intérpretes −  11 obras, cada uma premiada com R$ 10.000,00
6 − solos, duos e acusmática −  11 obras, cada uma premiada com R$   8.000,00.