Morre aos 99 anos a cantora italiana Giulietta Simionato

por Redação CONCERTO 06/05/2010

Sete dias antes de completar 100 anos de idade, morreu em Roma a mezzo soprano Giulietta Simionato, uma das maiores intérpretes italianas de ópera do século XX.

 

Quando menina, estudou em colégio de freiras, onde começou a cantar. Com forte oposição da família pela opção artística, somente após a morte da mãe começou a estudar canto em Rovigo, na região do Veneto.

Estreou em 1927 e, em 1933, ganhou a primeira competição em Florença, mas somente em  1936 conseguiu seu primeiro grande papel no alla Scala, em Milão, onde viria a interpretar com grande sucesso o papel de Mignon.

Amiga de Maria Callas, com quem se apresentou muitas vezes, tornou-se presidente honorária da associação que leva o nome da cantora.

Giulietta cantou com os principais maestros e nas mais importantes casas de ópera do mundo, como o Covent Garden e o Metropolitan Opera, destacando-se nas apresentações no Festival de Edimburgo, como Cherubino de As Bodas de Fígaro. Apresentou-se ainda cidades como Viena, Salzburg, Paris, Londres, Chicago, Nova York, Tóquio e Buenos Aires.

Dentre seus principais papéis estão Azucena, Ulrica, Preziosilla, Eboli e Amneris, de Verdi; Isabella, Rosina e Cenerentola, de Rossini; assim como as ‘francesas’ Carmen, Dalila e Charlotte.

[Assista ao vídeo de Giulietta Simionato]