Organista belga se apresenta em órgãos históricos de Minas Gerais

por Redação CONCERTO 08/12/2010

Os órgãos históricos de Minas Gerais, que estão em Mariana (Catedral da Sé), Tiradentes (Matriz de Santo Antônio) e São João del-Rei (Museu Regional) irão receber o organista belga Jean Ferrad, em comemoração aos restauros que devolveram a estas cidades uma programação musical regular com apresentações de organistas como Elisa Freixo.

 

Depois de minucioso trabalho de restauro, o antigo órgão de tubos do acervo do Museu Regional de São João del-Rei volta a fazer parte da cena musical da cidade e do circuito histórico de Minas Gerais. O evento que celebra a devolução do uso original do instrumento acontece no dia 12 de dezembro, domingo, às 10h e 12h, com apresentações didáticas com Jean Ferrard, que serão abertas para a comunidade.

Jean Ferrad se apresenta na Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes, no dia 17 de dezembro (sexta-feira), às 20h30. No programa, obras de Van Den Kerckhoven, Luython, De Macque, P.Cornet, Correa de Arauxo e John Bull.

Jean Ferrard nasceu em 1944 em Watermael – Boitsfort. Após terminar os estudos de órgão no Conservatório Real de Bruxelas, ele continuou cursos de aperfeiçoamento em Paris com Marie-Claire Alain. Recebeu diversos prêmios em concursos internacionais e completou sua formação com um diploma em musicologia na Universidade Livre de Bruxelas. Suas atividades são muito amplas, sempre ligadas ao órgão. Além de concertos e gravações, ele apresentou durante mais de 10 anos um programa de rádio diário com informação musical, além de publicar um jornal “Le Magazine de l´orgue” que tem versão eletrônica acessível no site www.lemagazinedel.org. Foi professor do Conservatório Real de Bruxelas até 2009 e freqüentemente é convidado a oferecer cursos nos conservatórios da Bélgica e de outros países. Foi júri de concursos internacionais em Genebra, Munique, Chartres, Toulouse, Bruges, Freiberg, entre outros, e foi professor convidado na Universidade McGill de Montreal, no Canadá.