Orquestra Sinfônica de Lahti, da Finlândia, se apresenta em São Paulo e no Rio de Janeiro

por Redação CONCERTO 18/10/2013

Nos dias 19, 20 e 21, a Orquestra Sinfônica de Lahti faz três concertos no Brasil: dois em São Paulo (dias 19 e 20), e um no Rio de Janeiro (dia 21). As apresentações ocorrem na Sala São Paulo e no Theatro Municipal carioca.

 

Uma das orquestras mais prestigiadas da Finlândia, a Sinfônica de Lahti foi fundada em 1910, justamente na cidade de Lahti, e traz em sua história alguns dos maiores nomes da música finlandesa. Por 20 anos – entre 1988 e 2008 – a sinfônica teve com regente titular o prestigiado Osmo Vänskä, que consolidou a orquestra como uma das principais intérpretes de Jean Sibelius, o compositor nacional do país.

As três apresentações que a orquestra faz em solo brasileiro têm programas distintos. Em São Paulo, no dia 19, o grupo toca a abertura de Manfred, de Schumann, a Sinfonia nº 5, de Sibelius, e o Concerto para violino nº 1, de Bruch; no dia 20, o programa traz a Cassazione e o Concerto para violino de Sibelius, além da Sinfonia nº 4 de Beethoven. Já no Rio, no dia 21, o repertório tem também a Cassazione e o Concerto de Sibelius, mas se encerra com a Sinfonia nº 4, Italiana, de Mendelssohn.

Quem atua como solista é a violinista Elina Vähälä. Apesar de nascida nos Estados Unidos, Vähälä foi criada na Finlândia, e iniciou seus estudos ao violino com apenas três anos, no Conservatório de Lahti. Já a regência é de Okko Kamu, maestro titular do grupo desde 2011.

[Veja mais no Roteiro Musical de São Paulo e do Rio de Janeiro]

Clássicos Editorial Ltda. © 2013 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.