Osesp estreia encomenda internacional com violoncelo elétrico

por Redação CONCERTO 05/07/2012

Em um programa que será apresentado na Sala São Paulo (dias 5, 6 e 7) e em Campos do Jordão (dia 8), a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo fará a estreia sul-americana de uma encomenda internacional, feita ao jovem compositor mexicano Enrico Chapela em parceria com a Los Angeles Philharmonic Orchestra e a City of Birmingham Symphony Orchestra. A obra Magnetar: Concerto para violoncelo elétrico e orquestra terá como solista o violoncelista Johannes Moser e terá direção da regente titular da Osesp, Marin Alsop.

 

O programa abre com Sensemayá, peça para grande orquestra do mexicano Silvestre Revueltas, e após a obra de Chapela terá O filho pródigo, quarta e última partitura para balé que Sergei Prokofiev escreveu para o coreógrafo Diaghilev.

Nascido na Cidade do México em 1974, Enrico Chapela estudou no CIEM e na Universidade de Paris Saint-Denis. Desde então recebeu o John Simon Guggenheim Memorial Foundation Fellowships e foi premiado pela Tribuna Internacional de Compositores da UNESCO. Ele já teve obras encomendadas pela Los Angeles Philharmonic, Dresdner Sinfoniker, Carnegie Hall, Britten Sinfonia, Wigmore Hall, Berkeley Symphony, City of Birmingham Symphony, University of Cincinnati’s CCM Symphony, Orquesta Sinfónica Carlos Chávez, Cuarteto Latinoamericano, Ensamble ONIX, NYYU ensemble, New Paths in Music Festival, Seattle Symphony, Bravo! Vail Music Festival e pelo National Center for the Performing Arts.

Sua obra Magnetar: Concerto para violoncelo elétrico e orquestra é inspirada nas descobertas da astrofísica sobre os raros tipos de pulsares existentes no universo, a obra explora a potência do violoncelo elétrico e a transformação da energia cinética das cordas em energia eletromagnética.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]