Osesp toca na Sala São Paulo com o pianista francês David Fray

por Redação CONCERTO 04/03/2015

Marin Alsop rege os primeiros concertos da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo em março, nos dias 5, 6 e 7. Mas, antes que ela suba ao palco, a maestrina italiana Valentina Peleggi comanda o grupo na Fanfarra para uma mulher incomum, de Joan Tower. Alsop então assume a batuta e interpreta excertos das Valsas de Prokofiev.

 

Em seguida, o pianista David Fray interpreta o Concerto nº 20 de Mozart. Conhecido por seu estilo extravagante ao piano, Fray chegou a ser comparado a Glenn Gould – mesmo apesar de se dizer “não tão fã” do pianista canadense. Confira na seção Mídia uma gravação de Fray com a Osesp, em 2012, interpretando o primeiro movimento do Concerto nº 22 também de Mozart.

Depois do intervalo, a Osesp volta para interpretar a Sinfonia nº 6, Patética, de Tchaikovsky, que encerra o programa.

Coro da Osesp
No domingo, dia 8, o Coro da Osesp canta sob o comando do maestro Celso Antunes. Centrado em peças de Schumann, o repertório traz Romances de baladas e as Quatro canções para coro duplo, entre outras – completam o programa Vox Schumann, peça encomendada pela Osesp ao compositor Aurélio Edler-Copes, e A flor de lótus, Homenagem a Robert Schumann, de Toshio Hosokawa.

[Veja mais no Roteiro Musical: OsespCoro da Osesp]

Clássicos Editorial Ltda. © 2015 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.