Prêmio CONCERTO anuncia finalistas; edição terá voto do público

por Redação CONCERTO 05/12/2014

A Revista CONCERTO anuncia os finalistas do Prêmio CONCERTO – Destaques do Ano, que chega em 2014 à sua terceira edição. Como nos anos anteriores, o prêmio tem cinco categorias e um Grande Prêmio, e foi decidido após debate e votação de um júri formado por especialistas. Na presente edição a banca foi formada por Camila Frésca, Irineu Franco Perpetuo, João Luiz Sampaio, João Marcos Coelho, Nelson Rubens Kunze e Sidney Molina. Os vencedores serão conhecidos na edição de janeiro e fevereiro de 2015 da Revista CONCERTO, que terá também a retrospectiva completa sobre o ano de 2014, com depoimentos de personalidades do mundo da música clássica brasileira.

 

A grande novidade é que os leitores do Site CONCERTO poderão votar em seus finalistas favoritos no Ouvinte Crítico, até o dia 17 de dezembro. O resultado popular também será publicado na edição de janeiro e fevereiro de 2015 da Revista CONCERTO. Confira abaixo os três indicados de cada categoria.

Grande Prêmio
Os três finalistas do Grande Prêmio CONCERTO celebram importantes marcos da música nacional. Concorrem a Bienal Internacional de Música Eletroacústica de São Paulo (Bimesp), que, dirigida por Flo Menezes, chegou à sua 10ª edição; os 20 anos do Coro da Osesp, consolidando-se como o principal grupo vocal do país; e o pianista Nelson Freire, que completou 70 anos em 2014 com diversos lançamentos fonográficos e extensa atuação nos palcos brasileiros.
[Vote aqui no Grande Prêmio]

Ópera
São Paulo concentrou as produções finalistas do Prêmio CONCERTO 2014 na categoria melhor ópera. O Theatro São Pedro aparece com uma indicação, a última montagem do ano: As bodas de Fígaro, de Mozart, com direção musical de Luiz Fernando Malheiro e direção cênica de Livia Sabag. O Theatro Municipal tem as outras duas finalistas: Salomé, de Strauss, com direção musical de John Neschling e direção cênica também de Livia Sabag; e Tosca, de Puccini, com direção musical de Oleg Caetani e direção cênica de Marco Gandini.
[Vote aqui na categoria ópera]

Música Orquestral
A principal orquestra do país, a Osesp, figura com dois concertos na categoria música orquestral: o que apresentou A danação de Fausto, de Berlioz, com regência de sir Richard Armstrong; e o programa com peças de Berg e Bruckner comandado pelo veterano polonês Stalislaw Skrowaczewski, com a violinista Akiko Suwanai como solista. Completa a trinca de finalistas passagem da Orquestra Sinfônica da Rádio da Baviera pelo país, quando se apresentou, sob regência de Mariss Jansons, no Rio de Janeiro e em São Paulo – na capital paulista o grupo teve ainda a pianista japonesa Mistuko Uchida como solista.
[Vote aqui na categoria música orquestral]

Música de Câmara / Recital / Coral
A categoria dedicada à música de câmara, recital e coral foi dominada por atrações internacionais: o Les Arts Florissants, com direção de William Christie e participação dos jovens cantores Elodie Fonnard (soprano) e Marc Mauillon (barítono); o contratenor Philippe Jaroussky, que, acompanhado pelo seu Ensemble Artaserse, interpretou um programa totalmente dedicado a Vivaldi na São Paulo; e o Quarteto Emerson, que passou por São Paulo e pelo Rio de Janeiro com um repertório de grandes quartetos de Mozart, Beethoven, Shostakovich e outro.
[Vote aqui na categoria música de câmara / recital / coral]

Jovem Talento
Dois projetos de formação e uma artista disputam o Prêmio CONCERTO na categoria jovem talento: a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, da Emesp, que é dirigida por Cláudio Cruz; o Neojiba (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia), que é dirigida por Ricardo Castro; e a soprano Lina Mendes, que em 2014 teve atuação destacada em Candide, de Bernstein, com a Osesp, e na montagem mineira do Rigoletto, de Verdi.
[Vote aqui na categoria jovem talento]

CD / DVD / Livro
A categoria que busca avaliar a produção referente a música no país teve dois CDs e um livro indicados como finalistas: a gravação das 16 valsas para fagote solo, de Fabio Cury, lançado pelo Selo Sesc; o álbum Delírio, produzido independentemente pela pianista Karin Fernandes e pelo violinista Emmanuele Baldini; e o livro Formação germânica de Alberto Nepomuceno, de João Vidal, publicado pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro. [Todos eles disponíveis No site da Loja CLÁSSICOS]
[Vote aqui na categoria CD / DVD / Livro]

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.