Rafael Frühbeck de Burgos (1933-2014)

por Redação CONCERTO 11/06/2014

Morreu na manhã de hoje, aos 80 anos, o maestro espanhol Rafael Frühbeck de Burgos. Na semana passada, ele havia revelado sofrer de um câncer em um comunicado no qual anunciava também a decisão de abandonar os palcos – em março, ele passara mal durante uma apresentação com a Sinfônica Nacional de Washington e, por conta disso, já havia cancelado compromissos futuros, como uma residência com a Sinfônica de Boston na edição deste ano do Festival de Verão de Tanglewood. Segundo informações divulgadas pela família do maestro, ele estava hospitalizado em Pamplona desde o início de abril.

 

Frühbeck de Burgos foi diretor da Deutsche Oper de Berlim e de orquestras como a Filarmônica de Dresden e a Sinfônica Nacional da Espanha, da qual era atualmente maestro emérito; como convidado, regeu grupos como as sinfônicas de Paris, Londres, Chicago e Filadélfia e as filarmônicas de Berlim e Nova York. Sua trajetória o trouxe diversas vezes ao Brasil, onde nos últimos anos desenvolveu uma relação especial com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, com a qual interpretou, entre outras obras, a Nona sinfonia de Beethoven e promoveu a estreia da Fanfarra concertante, do compositor brasileiro Edino Krieger.

O maestro deixa um legado importante de gravações. Registrou, por exemplo, a obra completa de Manuel de Falla, além de versões celebradas de óperas como Carmen, de Bizet, e Goya, de Giancarlo Menotti, da qual promoveu a estreia mundial. Nos últimos anos, referia-se ao Réquiem alemão, de Brahms como sua obra favorita e, ao lado do repertório do século XX, vinha dando especial atenção ao repertório romântico e clássico. Essa mistura ficou clara nos dois concertos em que regeu a Osesp no ano passado: no primeiro deles, interpretou peças de Haydn e Debussy; no segundo, obras corais de Brahms e a Quinta sinfonia de Beethoven.

[Nota atualizada às 15h08 do dia 11/06/2014]

Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página