Secretário André Sturm apresenta direção do Theatro Municipal

por Redação CONCERTO 07/01/2017

Em coletiva de imprensa realizada na última quinta-feira, dia 5 de janeiro, o novo secretário de cultura da cidade de São Paulo, André Sturm, anunciou oficialmente os nomes que comporão a nova equipe do Theatro Municipal de São Paulo. São eles: o maestro Roberto Minczuk, que será regente da Orquestra Sinfônica Municipal, o bailarino Ismael Ivo, que assumirá a direção do Balé da Cidade, e Cleber Papa, novo diretor artístico. Na ocasião, o secretário também falou de programas que serão implementados na agenda artística do teatro. As informações são de um post da página do Facebook do próprio secretário André Sturm, que não cita óperas ou informações acerca da temporada lírica.

 

A Revista CONCERTO procurou obter mais informações junto ao setor de comunicação do Theatro Municipal, já que, "por um erro da secretaria de comunicação", a imprensa especializada não fora convidada para a coletiva. O Theatro Municipal, contudo, não dispunha de informações e indicou o setor de imprensa da Prefeitura. Consultado, o setor de imprensa da Prefeitura não respondeu.

Leia abaixo o post completo do secretário André Sturm:

“Muito feliz com o encontro que tive hoje com a imprensa, para apresentar o time que vai tocar os trabalhos no maravilhoso Theatro Municipal de São Paulo. O slogan será "A CIDADE NO MUNICIPAL; O MUNICIPAL NA CIDADE". Através de Programas que provoquem na população o desejo de fazer da música clássica e do balé um hábito. Para isso, com o entusiasmo do Prefeito, convidei o Maestro Roberto Minczuk para assumir a regência da Orquestra Municipal, o bailarino Ismael Ivo para assumir a direção do Balé da Cidade e ainda Cleber Papa para ser o diretor artístico do teatro. Em quatro dias de encontros, já pensamos em programas muito bacanas: o Música no Cinema, que vai fazer a Orquestra executar trilhas de cinema, desenhos animados, videogames, o Ballet na Comunidade, que pretende levar solos e duos para as 52 Biblioteca Municipais espalhadas pela cidade e levar bailarinos amadores para conhecer o Balé da Cidade, o Concerto Informal, no qual o Maestro vai explicar para os espectadores detalhes de uma Orquestra e ainda o Coral Vozes da Cidade, que vai buscar entusiasmar cantores amadores para a atividade musical dentro do teatro. Confesso que fiquei bastante emocionado com as palavras de Ismael Ivo, que contou sua trajetória de menino negro da Vila Ema que ganhou o mundo com a arte e finalizou soberano com: ‘Para todo o sempre Macunaíma’”.