Série “Chopin insólito” lembra em Brasília o bicentenário de Chopin

por Redação CONCERTO 03/08/2010

Mais uma homenagem celebra os 200 anos de nascimento do compositor polonês Frédéric Chopin (1810-1849). O Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília promove a série “Chopin insólito”, que apresenta aspectos pouco conhecidos da obra do compositor. Iniciada no dia 27 de julho pelo prestigiado pianista italiano Francesco Libetta, a programação se estenderá durante quatro semanas, sempre às terças-feiras. Poderão ser apreciadas, no Teatro do CCBB, interpretações de obras raras por alguns dos nomes de maior destaque na cena musical brasileira e europeia.

 

No concerto do dia 3, acontece primeira audição mundial do Estudo op. 25 de Carl Tausig (1841-1871), polonês confessadamente influenciado por Chopin, com os pianistas Giulio Draghi e Flávio Augusto, além do clarinetista Paulo Sérgio Santos.

No dia 10, Emmanuele Baldini (violino), Johannes Gramsch (violoncelo) e Lilian Barretto (piano) apresentam obras pouco executadas de Chopin, compostas no aconchego de sua casa. A série termina dia 17, com o jovem pianista Pablo Rossi interpretando estudos e scherzos do compositor.

Giulio Draghi é o diretor geral da série, que tem produção da pianista Lilian Barretto.