Sinfônica Brasileira toca Mozart, Bartók e Sibelius no Espaço Tom Jobim

por Redação CONCERTO 11/04/2012

No dia 12 de abril, quinta-feira, às 20h, a Orquestra Sinfônica Brasileira se apresenta no Rio de Janeiro com regência do maestro titular do grupo, Roberto Minczuk. O concerto terá como solista Gabriel Marin [foto], chefe do naipe de violas da OSB, que toca o Concerto para viola, Opus póstumo, de Béla Bartók. A apresentação inicia com a Sinfonia nº 25 KV 183 de Mozart e tem ainda a Sinfonia nº 5 op. 82 de Sibelius.

 

Primeira viola solo da OSB, Gabriel Marin foi premiado em diversos concursos, destacando-se o Prêmio Eleazar de Carvalho do Festival de Inverno de Campos do Jordão. Foi músico da Orquestra Juvenil do Mercosul e da Orquestra Jovem das Américas, onde tocou sob regência de Gustavo Dudamel, Leonard Slatkin e Yo-Yo Ma em turnês por 13 países das Américas. Foi integrante da Sinfônica de Odense, na Dinamarca. É frequentemente convidado para participar como professor em diversos festivais, destacando-se o Festival de Inverno de Campos do Jordão, o Festival de Música de Teresina e o Festival do Vale do Café.

A apresentação acontece no Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico, onde a OSB se apresentará até a reabertura do Teatro Municipal, prevista para maio.

[Veja detalhes no Roteiro Musical]