Festival Amazonas de Ópera lança 22ª edição

por Redação CONCERTO 05/04/2019

Com apresentações em concerto da ópera Ernani, de Verdi, o Festival Amazonas de Ópera inicia nos dias 26 e 28 de abril sua nova edição. Entre os destaques do evento, estão montagens de Tosca, de Puccini, Maria Stuarda, de Donizetti, e Alma, de Claudio Santoro, em comemoração pelo centenário do compositor amazonense.

Ernani, com a Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica, será regida pelo maestro Luiz Fernando Malheiro e terá no elenco o tenor Enrique Bravo, o barítono Rodolfo Giuliani, a soprano Maria Katzarava e o baixo Luiz-Ottavio Faria.

Nos dias 5, 10 e 12 de maio, sobe ao palco do Theatro Amazonas Maria Stuarda, de Donizetti, sobre a rainha escocesa. A regência é de Marcelo de Jesus à frente da Amazonas Filarmônica e de um elenco formado, entre outros, pelas sopranos Tatiana Nogueira e Cristina Giannelli, o tenor Paulo Mandarino e o baixo Pepes do Valle. A direção cênica é de Davide Garattini Raimondi, que recentemente dirigiu a estreia italiana de Lo schiavo, de Carlos Gomes.

Já nos dias 11, 17 e 19 de maio, Malheiro rege a Tosca, de Puccini, em produção do diretor Jorge Takla. Tosca será vivida pela soprano Daniella Carvalho; Cavaradossi, pelo tenor Fernando Portari; e Scarpia, pelo barítono Rodrigo Esteves. 

 


Leia também
Luiz Fernando Malheiro, o Sr. Ópera por João Luiz Sampaio (Revista CONCERTO de abril de 2019)
‘Lo schiavo’ chega aos palcos italianos, por Irineu Franco Perpetuo
O ano Claudio Santoro, por João Luiz Sampaio (Revista CONCERTO de março de 2019)


 

Alma, com direção musical e regência de Marcelo de Jesus e Otávio Simões, estreia no dia 26 de maio (com récitas também nos dias 28 e 30). A mezzo soprano Denise de Freitas, o barítono Homero Velho e o tenor Juremir Vieira encabeçam o elenco. A direção cênica é de Julianna Santos.

O festival também apresenta o espetáculo Mater Dolorosa, nos dias 25 e 29 de maio, com direção musical, cênica e acompanhamento ao cravo de Atila de Paula, que estará à frente da Orquestra de Câmara do Amazonas. 

A programação conta ainda com o concerto do Dia das Mães (dia 12), uma série de recitais no Teatro da Instalação com canções de Santoro, e a série Ópera Delivery, que leva apresentações a diferentes espaços de Manaus. 

Também estão previstas datas para o Projeto Ópera Mirim, com L’enfant et les sortilèges, de Ravel, e para o Ópera Studio da Universidade Estadual do Amazonas. 

Nos dias 26 e 27, o festival abriga o debate Os Teatros de Ópera e a Economia Criativa, no Centro Cultural Palácio da Justiça.

Teatro Amazonas [Divulgação]
Teatro Amazonas [Divulgação]